Plantão
Policiais

Ação rápida do Batalhão de Operações Aéreas salva vítima de AVC no Litoral

Publicado dia 06/01/2020 às 08h28min
Em apenas quatro minutos, a aeronave da Polícia Militar transportou a vítima de Pontal do Paraná (Praia de Leste) até o Hospital Regional de Paranaguá. A rapidez da operação foi decisiva para salvar a vida da mulher de 77 anos.
Ação rápida do Batalhão de Operações Aéreas da PM salva vítima de AVC no Litoral

Ação rápida do Batalhão de Operações Aéreas salva vítima de AVC no Litoral

A rápida mobilização da tripulação do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) na remoção de uma vítima de acidente vascular cerebral (AVC) foi decisiva para salvar a vida de uma mulher, de 77 anos, na manhã deste domingo (05), no Litoral paranaense. Em apenas quatro minutos a aeronave levou a vítima de Pontal do Paraná (Praia de Leste) até o Hospital Regional de Paranaguá.

A equipe de serviço do BPMOA foi acionada pela UPA, por se tratar de um grave quadro clínico, que necessitava de transferência urgente para o Hospital Regional. “Quando estávamos quase chegando para atender a ocorrência, fomos informados de que a paciente havia tido uma nova parada cardiorrespiratória, pousamos e, rapidamente, o médico da aeronave desceu e fez a estabilização da vítima para que ela pudesse ser levada ao hospital com tranquilidade”, contou o copiloto da aeronave, capitão Alexandre Creplive Zem.

Após a estabilização, a vítima foi embarcada no helicóptero e levada ao Hospital Regional de Paranaguá. O deslocamento, segundo o capitão Zem, levou aproximadamente quatro minutos, o que fez a diferença para que a mulher chegasse com vida na unidade hospitalar. “Se não tivéssemos chegado a tempo para fazer essa remoção ela poderia ter falecido”, disse.

Durante o Verão Maior 2019/2020, o BPMOA estabeleceu uma base na cidade de Matinhos, ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Praia Grande, para dar suporte à Polícia Militar e ao Corpo de Bombeiros em ocorrências graves, principalmente aquelas em que a agilidade do transporte aéreo pode ser decisivo para a sobrevivência.

Resgates no mar, em acidentes de trânsito e resgates em montanha são algumas das atividades desempenhadas pelos integrantes da unidade. “A localização da base facilita o deslocamento para qualquer área do Litoral do Paraná rapidamente”, afirmou o comandante da aeronave, major Adilar Marcelo de Lima.

Fonte: agencia de noticias do paraná