Plantão
Policiais

Mais de 29% dos presos trabalham no Paraná

Publicado dia 20/07/2020 às 09h40min
O Paraná está entre os estados do Brasil com o maior número de detentos que trabalham. De acordo com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen), 29,6% das pessoas presas no Paraná estiveram envolvidas em algum tipo de trabalho

Mais de 29% dos presos trabalham no Paraná

Para Boanerges, o fato de os presos poderem desempenhar atividades também ajuda na ressocialização. "Eles começam a se qualificar para quando saírem e estiverem de volta em busca de uma posição no mercado de trabalho estarão preparados para a competitividade. Essa é a grande importância do trabalho prisional", afirma.

 

Ainda segundo a nota técnica do Depen (nº79/2020), quanto às atividades fora das unidades onde presos do regime fechado estão custodiados, a autorização para o trabalho externo é dada pelo diretor do estabelecimento penal e dependerá de juízo sobre a aptidão, disciplina e responsabilidade. Isto porque não se trata de benefício penitenciário, mas de componente da própria execução penal tendente à reintegração social do detento".

TRABALHOS NA PANDEMIA - Durante a pandemia da Covid-19, os trabalhos externos desempenhados pelos detentos precisaram ser suspensos devido às normas de distanciamento social. No entanto, neste período os presos já produziram mais de dois milhões de equipamentos de proteção individual. Máscaras de proteção e jalecos confeccionados dentro do sistema prisonal estão sendo distribuídos internamente.

Além disso, outros órgãos como hospitais e prefeituras, por exemplo, entregam ao Depen, por meio de convênios e parcerias, matéria-prima para que os presos possam confeccionar os EPIs, que depois de prontos são repassados aos órgãos.REMUNERAÇÃO - A média de salário dos detentos é de 1/3 do salário mínimo. Desse valor, eles podem autorizar que um familiar saque até 80% do dinheiro. O restante fica em uma conta-poupança prisional do detento, que só poderá ser utilizada quando ele cumprir sua pena.

RESPONSABILIDADE SOCIAL - A Secretaria da Segurança Pública do Paraná foi contemplada com o Selo Nacional de Responsabilidade Social pelo Trabalho no Sistema Prisional (Resgata), um reconhecimento à oferta de atividades profissionais aos detentos. Também foram certificadas 21 empresas do Paraná por empregarem mão de obra de presos e egressos.

O selo concedido pelo Departamento Penitenciário Nacional tem o objetivo de divulgar empreendimentos e organizações que apoiam a causa, de forma a promover e incentivar novas adesões. A relação dos contemplados foi publicada no último dia 10 de julho no Diário Oficial da União.

 

 

Fonte: TRIBUNA ONLINE

Mais Populares

Fale Conosco

Rua Rio Grande do Sul n° 437 IVAIPORÃ
(43) 9684-9640 | | (43) 9996-30895
folhacentral13@hotmail.com